Vinho, Onde comer & beber

Vinhos Brasileiros: Além da Serra Gaúcha em um Único Lugar

12 jul 2018 • por Carol & Luise0 comentários

MUITO ALÉM DA SERRA GAÚCHA EM UM ÚNICO LUGAR

@learningaboutwine

A região sul brasileira é a região tradicional para a produção de vinhos no país, pois está localizada em uma área temperada entre os paralelos 30 e 50 do Equador, propícia para o cultivo da uva e onde está a maioria dos vinhedos do mundo. A Serra Gaúcha é a região de vinhos mais tradicional, conhecida e com maior concentração de vinícolas do país. Mas, hoje, o vinho é produzido no Brasil em outras regiões. A paixão pelo mundo do vinho, a tecnologia, além de fatores geográficos (altitude, microclima, etc) entre outros, tornou possível a produção de vinhos de qualidade em diversos estados brasileiros. Há vinhos sendo produzidos em Minas Gerais, em São Paulo e até mesmo na Bahia, no Vale do São Francisco.

Sabemos que a esta altura vocês já devem estar curiosos para experimentar esses vinhos brasileiros de regiões diferentes, não é verdade? Hoje existem diversas lojas de vinhos e restaurantes que só trabalham com vinhos nacionais. Uma delas é a Cave Nacional! Um restobar carioca dedicado a vinhos brasileiro, aberto em 2017. Antes disso já funcionavam como loja de vinhos online desde 2015.

A primeira vez que fomos na casa, tivemos uma recepção acolhedora. Logo fomos convidados para conhecer o espaço e a adega do local. Na hora de escolher o vinho, não recebemos uma carta tradicional, mas somos acompanhados até a linda adega do restaurante e escolher o vinho.

ADEGA CAVE NACIONAL

Na adega, é explicada a proposta da Cave Nacional, que é focada em vinhos brasileiros de pequenos e médios produtores, de 5 estados brasileiros: Rio Grande do Sul (Serra Gaúcha, Serra do Sudeste, Campanha Gaúcha), Santa Catarina, São Paulo, Minas Gerais e Bahia. Ficamos surpresas e encantadas com a diversidade de regiões brasileiras que estão produzindo vinho!

 

Quadro das Regiões de Vinhos Brasileiros

Na nossa primeira vez na casa nos foi sugerido o vinho Rosé da Vinícola Suzin, que está localizada em São Joaquim, em Santa Catarina. Produz vinhos conhecidos como vinhos de altitude ou de altura: são aqueles produzidos em regiões localizadas acima dos 700 metros do nível do mar e que permitem o cultivo da videira. As influências climáticas (p.ex. temperatura, amplitude térmica, ventos) e dos solos dessas regiões geram condições especiais para o desenvolvimento das uvas e do vinho, que ganha em estrutura, sabor, complexidade, dentre outros atributos. Excelente opção: um rose floral e frutado, com uma cor rosada linda e acidez equilibrada.

O cardápio é direto, variado e com sugestões de harmonização de vinho e comida. A sua apresentaçao é moderna: no Jogo Americano das mesas. Além de opções de entradas, há saladas, sanduíches, pratos principais diversos (frango, carne, peixe) e boas sobremesas.

NO RESTAURANTE, DIVERSOS PRATOS QUE PEDIMOS

Quer aprender e conhecer mais sobre vinhos brasileiros? Então você vai se interessar pelas degustações que são promovidas pela Cave! Elas ocorrem em um espaço dedicado no 2° andar da casa, pelo menos uma vez por mês. O espaço é lindo e conta com uma pintura didática, explicando o processo de produção dos vinhos tintos e brancos.

Sala de Degustação

Já participamos de 4 degustações na Cave Nacional, que vocês Podem conferir abaixo!

DEGUSTAÇÃO DE GRANDES TINTOS BRASILEIROS

Foi a primeira degustação que participamos, quando degustamos cinco excelentes vinhos tintos da Serra Gaúcha: 1. Remy Valduga Torcello 2015; 2. Churchill Valmarino Cabernet Franc 2015; 3. DNA 99 Pizzato Merlot 2012; 4. Parte 2 Almaúnica Merlot 2012 (85% merlot e 15% cabernet sauvignon) e 5. Via 1986 Gerant Cuveé Prestige Viapiana. O que mais nos agradou foi o tinto da Pizzato, o DNA 99 Merlot 2012, que só é feito em anos de grandes safras e passa 12 meses em barricas de carvalho francês. Um tinto de cor rubi, encorpado e com aromas de frutas negras e vermelhas (cassis, framboesa); especiarias, café, chocolate e baunilha.

Degustação de Grandes Tintos Brasileiros

DEGUSTAÇÃO VERTICAL DO LEGNO DA PIZZATO

Vocês já participaram de uma degustação vertical? Nesse tipo de degustação temos a oportunidade de experimentar diferentes safras do mesmo vinho, sendo possível analisar a evolução ao longos dos anos. O Legno é um chardonnay barricado (carvalho francês) muito aromático e estruturado produzido pela Vinícola Pizzato Vinhas e Vinhos, localizada no Vale dos Vinhedos. Degustamos 4 safras do Legno: 2016, 2014, 2012 e 2011. Quanto mais jovem mais a acidez está presente e o aroma de fruta fresca (abacaxi). Ao passar dos anos, novos aromas são percebidos no vinho, que ganha mineralidade (notamos nas safras 2014 e 2012), aromas vegetais (erva-doce, 2012) e especiarias (noz moscada – 2012).

Degustação vertical  do Legno Pizzato

DEGUSTAÇÃO DE VINHOS DE CORTE BRASILEIROS

Vinhos de corte são aqueles elaborados com duas ou mais uvas onde cada uma aporta suas qualidades e características individuais com objetivo de ter um vinho mais equilibrado. Experimentamos 5 excelentes exemplares nacionais, sendo 1 de Santa Catarina, 1 de São Paulo e 3 do Rio Grande do Sul, na Serra Gaúcha: (1) Francesco 2012; da Villa Francioni (SC). Um corte de merlot, cabernet sauvignon, cabernet franc, malbec e shiraz; (2) Gran Speciale 2015, da Casa Verrone (SP). Um corte de cabernet franc e cabernet sauvignon; 3)F35 2009, da Fabian (RS). Vinho elaborado com 35 uvas diferentes! (4) Concentus Gran Reserva 2013, da Pizzato (RS). Um excelente corte de merlot, tannat e cabernet sauvignon; e, (5) Quatro Castas 2014, Almaúnica (RS). Feito com uvas syrah, merlot, malbec e cabernet sauvignon.

Degustação de Vinhos de Corte Brasileiros

DEGUSTAÇÃO BODEGA CZARNOBAY

Também ocorrem degustações de vinhos de uma vinícola, em geral, conduzidas pelo proprietário e/ou enólogo do estabelecimento. A vinícola Bodega Czarnobay está localizada em Encruzilhada do Sul (Rio Grande do Sul, Brasil), numa região de maior incidência de sol, baixa humidade e com 450/500 metros de altitude, garantindo a produção de uvas com maior concentração de açúcar. Degustamos 5 vinhos, começando pelo Espumante Pedegrais, feito com 70% de chardonnay e 30% de merlot e cabernet sauvignon, cor amarelo palha e aromas de frutas cítricas. Seguimos com três vinhos da linha Alto das Figueiras: Touriga Nacional 2015 e Touriga Nacional 2013; e, Merlot 2013. Para finalizar, degustamos o AAC Vinho de Corte N°1, novidade da vinícola: um corte muito equilibrado de diferentes safras das castas antilota, touriga, merlot e cabernet sauvignon. De cor vermelho rubi e aromas florais e de frutas negras além de especiarias.

Czarnobay Degustação Bodega Czarnobay

É incrível a variedade dos vinhos produzidos no nosso país! Um brinde e um viva ao vinho nacional!

Cave Nacional:
Endereco: Rua Dezenove de Fevereiro, 151 Botafogo, Rio de Janeiro,
Telefone: +55 21 2146-5334
https://www.facebook.com/cavenacional/
https://cavenacional.com.br/

Até mês que vem!

Carol e Luise
@learningaboutwine

Comente Aqui
O que fazer em Montevidéu
Onde se hospedar em Montevidéu