Restaurantes, Onde comer & beber

Spazio Gastronomico – Na medida

19 jan 2018 • por Nuria Basker • 0 comentários

Concorda que a escolha de um restaurante tem de combinar com o espírito da pessoa naquele dia? Não adianta ir ao ultra badalado hotspot se está querendo conversar com a amiga querida. Nem escolher o buffet contemporâneo, por mais bacana que seja, se curte o ritual de receber na mesa o seu prato, por um cuidadoso garçom. Nos Jardins, o que não faltam são opções para você sintonizar o mood do dia e fazer a escolha certa. E para quem, como eu, adora a Rua Melo Alves, aí vai a dica:

Acaba de abrir por ali o Spazio Gastronomico, restaurante com ares de bistrô que traz diretamente da sua primeira unidade, no Itaim Bibi, os 20 anos de tradição e a qualidade da boa comida italiana, além de um cardápio variado de almoço executivo e opções de petiscos para o happy hour. Nada de salões barulhentos e dificuldade para conseguir ser atendido. Ao contrário, as proporções da casa são ideiais para um bate-papo intimista, entre amigos, casais, ou mesmo para fechar um bom negócio. No prato, as medidas também são perfeitas: porções generosas, mas sem exagero, e com um perceptível toque de sofisticação nos ingredientes.

Até pensei em pedir uma saladinha, mas quando vi aquele que é um dos ícones da minha infância ali olhando para mim no cardápio, não resisti. Gnocchi di patate é bom demais! E olha, minha mamma siciliana não discordaria de mim: estava uma delícia. Molho com personalidade (como a receita pede) e massa macia sem se desfazer.

Para o brinde, a casa oferece uma carta de vinhos, opções em taça e também vários drinks como o Aperol Spritz, para os dias mais quentes. Aliás, se as tardes dos Jardins reservam lojas, galerias e mercados cheios de charme, a pausa no Spazio Gastronômico é perfeita, pois a casa fica aberta direto, do almoço ao jantar. Uma boa sugestão é o panini, com recheios que harmonizam embutidos e queijos. Ou então, as coloridas e nutritivas saladas, que da próxima vez, não me escapam.

Hora da sobremesa e a tentadora torta de marzipan só não pode ser chamada de grand finale porque um bom espresso também tem o seu lugar! É ele que encerra a experiência nesse simpático e convidativo restô.

Comente Aqui
Roland Garros – torneio de tênis de Paris – Como chegar, O que usar
Bem-vindos à era do Compartilhamento: crônica de uma anfitriã Airbnb