Vinho, Onde comer & beber

Aruba e Colômbia: Dicas de Restaurantes e Onde Comprar Bons Vinhos

23 maio 2018 • por Carol & Luise0 comentários

ARUBA E COLÔMBIA: DICAS DE RESTAURANTES E ONDE COMPRAR BONS VINHOS

Por @learningaboutwine

O vinho e a gastronomia fazem parte do checklist de qualquer viagem, nos permitindo experimentar novos sabores e temperos. Recentemente viajamos para Aruba, ilha caribenha de colonização holandesa e de beleza paradisíaca, e Colômbia, país sul americano conhecido como grande produtor de café e de esmeraldas. O que ambos tem em comum? Não se destacam como países produtores de vinhos!

Mas, mesmo assim, foi possível disfrutar de surpreendentes experiências enogastronômicas! Encontramos excelentes opções de vinhos, com destaque para vinhos norte e sul Americanos, além de rótulos de outras regiões. A seguir estão relatos do que vivenciamos, provando que também podemos aprender e conhecer mais sobre vinhos mesmo não visitando regiões vitivinícolas tradicionais.

Ter uma adega com diversos estilos de vinhos é um sonho para os enófilos. Melhor ainda se for uma adega planejada, daquelas bem estilosas, não acham?! A adega é o local onde os vinhos são armazenados a uma temperatura fresca e constante, em geral entre 10 a 15 graus Celsius, evitando que mudanças bruscas de temperatura afetem a qualidade dos vinhos. Quando estávamos pesquisando sobre os restaurantes em Aruba, nos encantamos pela adega do Restaurante Papiamento vendo as fotos do site e fomos jantar lá durante nossa estadia na ilha.

NA ENTRADA DA ADEGA DO RESTAURANTE PAPIAMENTO, EM ARUBA

O Restaurante Papiamento está instalado em uma casa linda do século XIX que no passado era uma fazenda. O restaurante tem gastronomia baseada em práticos típicos da culinária arubiana e conta com uma adega climatizada sensacional com cerca de 2000 garrafas de vinhos, que visitamos após nosso jantar. Os vinhos da adega são de diversas regiões do mundo, com rótulos dos EUA, América do Sul, França, Portugal, entre outros. No interior da adega também ocorrem degustações dirigidas e também há uma área com charutos.

NO INTERIOR DA ADEGA DO RESTAURANTE PAPIAMENTO, EM ARUBA

O restaurante tem um ambiente muito agradável, com mesas na área externa à beira da piscina e também na área interna da casa. Nosso jantar lá teve direto a entrada, prato principal e sobremesa. Para acompanhar a entrada uma taça de espumante e para o prato principal o vinho branco chardonnay La Crema Sonoma Coast 2014. Um vinho de cor amarelo palha com aromas florais e de frutas brancas frescas (abacaxi, pêra), baunilha e mel, que harmonizou bem com o prato de camarões. Foi uma experiência memorável! Um restaurante que deve ser incluído numa viagem à Aruba.

PRATO CAMARÃO ACOMPANHADO PELO VINHO ESCOLHIDO -PAPIAMENTO

Uma dica de Aruba que recebemos foi que o Supermecado SUPERFOODS merecia uma visita: queijos holandeses maravilhosos e excelentes rótulos de vinhos com bom custo benefício. É uma boa opção para quem está hospedado em apartamento/casa com cozinha e/ou para trazer na mala! Como ainda íamos para Colômbia, aproveitamos para comprar uns queijos e o vinho Kendall-Jackson Vintner’s Reserve Cabernet Sauvignon Sonoma County 2015 para desfrutarmos na varanda do nosso quarto!

SUPERMERCADO SUPERFOOS EM ARUBA: VINHO QUE ESCOLHEMOS E QUEIJOS HOLANDESES

 

DEGUSTANDO O VINHO NA VARANDA DO NOSSO QUARTO DO HOTEL EM ARUBA

Uma harmonização bem sucedida entre vinho e comida potencializa as qualidades de ambos, nos fazendo ter uma sensação muito mais prazerosa ao consumi-los juntos. É por isso que se estabelece indicações de harmonizações entre vinhos e comidas. Em Bogotá, jantamos no excelente restaurante CRITERION, de cozinha moderna com releitura de receitas tradicionais da gastronomia colombiana. Além dos pratos ‘à la carte’, há duas opções de menu degustação ambos podendo incluir a sugestão de “maridaje”, isto é, harmonização de vinhos com cada um dos pratos. O bacana dessa opção é que realçamos os sabores com um vinho adequado a cada prato, em vez de pedir um único vinho que poderia não combinar com alguns dos pratos da degustação.

ALGUNS DOS PRATOS E VINHOS DO MENU DEGUSTAÇÃO DO RESTAURANTE CRITÉRION

Além disso, tem-se a oportunidade de conhecer novos vinhos e sabores. Como exemplo destacamos a segunda entrada do menu: uma torrada com pate de foie gras e banana caramelizada que foi harmonizada com um vinho Late Harvest ou Colheita Tardia, um vinho feito com uvas que foram colhidas após o periodo padrão da vindímia (colheita das uvas), logo concentram mais açúcares, produzindo vinhos doces.

Um restaurante com clima muito especial e raro, diferente de tudo que já conhecemos, é o Andrés Carne de Rés! Visitamos o restaurante original, localizado em Chía, a 40 minutos de carro de Bogotá. A carta de vinhos é didática e divertida com explicações de passo-a-passo de uma degustação: primeiro avaliação visual do vinho, ou seja, da sua cor; em seguida, a olfativa, quando identificamos os seus aromas; e, por fim a prova gustativa examinando açúcares, acidez e seus sabores. Além disso, a carta é recheada de boas opções de vinhos servidos em taças, meia-garrafa e garrafa inteira. Pedimos entradas tradicionais como empanadas e patacones e como prato principal uma carne deliciosa! Para acompanhar um bom vinho Malbec argentino!

NO RESTAURANTE ANDRES CARNE DE RES, EM CHIA, BOGOTÁ

Na cidade histórica de Cartagena vale a pena conhecer o CANDÉ, restaurante baseado em pratos da cozinha local e com apresentação de danças típicas. O menu de vinhos é muito bom e, assim como em outros restaurantes que fomos, há vinhos servidos por taça, uma boa opção quando não temos com quem dividir uma garrafa (uma garrafa padrão de vinho tem 750 ml, equivalente a 5 taças de 150 ml) ou queremos experimentar vinhos diferentes para harmonizar com os pratos. O diferencial da carta de vinhos desse restaurante é que há vinhos servidos em taça utilizando o sistema CORAVIN, um acessório muito interessante: através de sua tecnologia própria evita o contato do vinho com o ar, possibilitando a extração do vinho sem retirar a rolha. Fantástico, né? Assim, evita-se que com o contato com o ar o vinho perca as suas características, prolongando o seu consumo.

RESTAURANTE CANDÉ, EM CARTAGENA: DESTAQUE PARA VINHO SERVIDO EM TAÇA USANDO O SISTEMA CORAVIN

Para finalizar destacamos mais uma dica: caso queiram comprar vinhos com bom custo-benefício, não deixem de passar na sessão de vinhos do Duty Free do Aeroporto de Bogotá.

Essas foram algumas experiências e descobertas que deixaram nossa viagem mais especial.

Tim-tim, saúde e até a próxima!

Carol e Luise
@learningaboutwine

Comente Aqui
Tendências das Viagens Sustentáveis
Easysim 4U: Chip de internet ilimitada no exterior